Autoramas, quem escolhe é você

Autoramas - Foto: Jefferson Santos

Autoramas - Foto: Jefferson Santos

Meio jovem guarda, experimental, um pouco de rock de garagem, guitarrada, surf music, disco para tocar na rádio, até fora do Brasil, uma levada de pop e 13 faixas. Autoramas apresenta Música Crocante. Caso, prefira o “gordural” seu link é outro, é esse aqui. Agora, goste do Autoramas, abstraia e o player abaixo é uma degustação do disco.

Autoramas -Capa de Música Crocante.

Autoramas -Capa de Música Crocante.

Vou fugir da conversa fiada do circuito.  Confira algumas faixas:

O destaque do lançamento é a proposta do uso de sistema colaborativo. O tal crowdfunding como principal responsável por torná-lo viável.  Uma ideia que surgiu na gringa, mas que ganhou força no eixo Centro-Sul. A inovação do financiamento do circuito independente. O fã acredita em uma ideia, por exemplo o disco Música Crocante do Autoramas, em troca recebe certos privilégios de acordo com a contribuição, a recompensa, que vai de exclusividade de show, disco autografados, até citação no encarte como um dos responsáveis por tornar possível o projeto.

O financiamento colaborativo não é exclusivo para lançamento de disco, mas  show e festivais estão incluídos na finalidade.

Desta forma, o show até distante, devido ao alto custo de produção, passa a figurar no horizonte de algumas cidades. No Rio de Janeiro, o grupo queremos.com organizou apresentações de bandas como Belle and Sebastian e The Rapture. Já tem uma lista de próximos projetos, que vai até a produção do show exclusivo de Jorge Ben Jor do disco Tabua de Esmeralda (veja aqui)

A existência de cota de patrocínio de empresas, já que a ideia voltada para fãs, empresas podem comprar ingressos, porém o privilégio sempre será o público.

A união faz o açúcar.

Uma das característica desse modelo é a interação e formado dentro das ferramentas de compartilhamento social, twitter e facebook, por exemplo. Além dos fãs participarem, divulgam as informações para o projeto ir para frente. Criam uma rede de divulgação com descriminação de cada custo.

Diferente do valor de ingresso em festivais privados de grandes produtoras.  O sistema trabalha com preço justo e dentro de um custo estabelecido, descriminado e claro em sua aplicação. A finalidade é produzir o show, não obter um lucro extra. Quem apenas retira uma taxa de administração para os envolvidos na produção e o site por hospedar a parte burocrática da compra pela web.

A regra é simples. Uma data é definida para o projeto. O custo é descriminado. Os responsáveis procuram divulgar a intensão e mobilizam as ferramentas sociais. O fã compra pelo cartão. Na hipótese de fracasso ou não atingir a meta para realização, o dinheiro é  devolvido.

A forma de financiamento torna ainda mais justa e possível a execução de grande projetos. Evita o fracasso da produção. Quem determina o sucesso do começo ao fim são os fãs.

Encontre as empresas com modelo Crowdfunding: Catarse | Queremos | Embolacha

leia mais

images

Rock para os namorados

Mês de junho… Sabe como é, né? Dia 12 é o Dia dos Namorados, e você aí, sem ideia do que fazer pra sua pequena… Ela já deve estar enjoada das mesmas coisas de sempre e tudo mais… Então, que tal você fazer um CD com umas músicas bonitinhas pra ela? Mas tem que ser […]

The-Ramones1

Cinco músicas originais e suas versões

Músicas boas sempre marcam as vidas das pessoas. Porém, muitas delas ficaram conhecidas mais pelos regravações do que por suas versões originais. Sendo assim, decidi separar algumas dessas sereníssimas canções para que possamos, juntos compará-las com seus respectivos covers. Vamos lá?   1- I fought the law     Em sua versão de 1966, vemos Bobby […]

2c8baa627f6911e2934722000a9f3cae_6

O que ouvir em uma viagem? A trilha sonora perfeita para “o pé na estrada”

Qualquer viagem começa com o planejamento – Onde ir? Depois da resposta a esta primeira pergunta, começamos a pesquisar locais para conhecer, os mais famosos, os mais recomendados, os mais conhecidos, os mais difíceis, os pontos turísticos e como chegar em cada lugar. Roteiros. Viajar é principalmente praticar o desapego. É desligar-se totalmente das preocupações que […]

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: