Durango95′ entrevista: A Red Nightmare

Antes de qualquer coisa a ser dita sobre A Red Nightmare, é preciso ouvir o EP deles. Faz um bom tempo que baixei o álbum e percebi que eles tinham algo de diferente. Mas antes de amar ou odiar, é preciso ouvir e perceber que não é com certeza o mais do mesmo.

Zé Lucas vocais), Patrick Corrêa (guitarra), Igor Sampaio (guitarra), Denys Ferreira (baixo) e Luciano Camara (bateria) mesclam influências de hardcore nova iorquino, deathcore e metalcore, além de qualquer sonoridade que faça muito barulho.

Baixe a demo |aqui|

Na próxima quinta-feira (27), eles estarão no Rock Rio Guamá 2011, na UFPA. Um evento com  caráter de conscientização sobre diversos problemas do planeta, com o foco esse ano no debate sobre a implantação da hidrelétrica de Belo Monte.

Agora que você já ouviu e sabe o nome dos caras, confira a entrevista que fiz com o vocalista, que fala sobre a banda cheio de humor e traquejo.

 

Durango95′ – Na descrição que vocês mesmos fazem sobre os temas que a banda aborda nas letras, está o de “destruição ambiental”. Uma banda de metal que se preocupa com a Amazônia, de onde surgiu a idéia de trazer um tema regional para o estilo de vocês?

A Red Nightmare – Bom, primeiramente pelo fato de que não enxergamos isso como um tema “regional”. Somos paraenses e amamos o lugar onde vivemos, mas somos parte do MUNDO e o problema ambiental é um problema de todo o planeta. Nós realmente enxergamos esse tipo de problema e acreditamos que algo precisa ser dito à respeito. Procuramos não nos restringir à temas subjetivos e pouco aplicáveis na vida real. Quando falamos em destruição ambiental, isso se estende da Amazônia à Antártida e à Baía de Tóquio. Temos de nos conscientizar que os problemas existem no mundo todo e a conscientização ambiental e política é uma necessidade global. É um dos motivos pelo qual cantamos em inglês também. Temos uma mensagem para espalhar por todo o mundo.

Red Nightmare - foto: Lucas Pinho

A Red Nightmare - foto: Lucas Pinho

Durango95′ – Dois anos de banda, várias participações em festivais importantes, um EP gravado e shows com bandas que tem anos de estrada. O que uma banda precisa fazer acima de tudo pra ganhar seu espaço?

Red Nightmare - foto: Lucas Pinho

A Red Nightmare - foto: Lucas Pinho

A Red Nightmare – Bom, na realidade a banda completará um ano desde o seu primeiro show em novembro e tínhamos um ano mais ou menos trabalhando em estúdio, compondo antes disso, e temos somente uma demo de 3 músicas gravadas (que pode ser baixada gratuitamente no nosso myspace).

O que uma banda precisa fazer acima de tudo para garantir seu espaço é trabalhar muito. Suar a camisa mesmo. Ensaiamos sempre, com horários fixos no Fábrika Studio, procuramos sempre participar de eventos de qualidade e construir um nome sólido a partir de uma atitude profissional, séria e comprometida com nossa proposta. Resumindo tudo, o que uma banda realmente precisa é se esforçar com seriedade e lutar por aquilo que acredita todos os dias.

Durango95′ – O metal ainda tem que percorrer mais caminhos que outros estilos pra conseguir uma repercurssão. Por que vocês acham que o metal incomoda tanto? A arte que perturba é a que pode transformar?

A Red Nightmare – O metal é um estilo de música que preza pela agressividade e que se foca em temáticas e idéias que a maioria prefere ignorar. Acho que fora a parte musical, onde o metal é apontado por muitos como “barulheira” (especialmente por quem não tem paciência para parar e ouvir com atenção), o metal geralmente não é um estilo de música alegre e hedonista. Temos preocupações reais com o mundo e não deixamos essas coisas para trás na hora de subir no palco. E muitas vezes o que as pessoas querem é simplesmente esquecer dos problemas e viver o agora. A “perturbação” do metal (a do A Red Nightmare, inclusive.) visa justamente isso: fazer a nossa parte pra mudar o mundo e conscientizar as pessoas sobre essa Nova Ordem Mundial. Mesmo que seja no grito.

Durango95′ – Velha como sou, tenho que perguntar, e esse vocal gutural? Tem algum tipo de cuidado com as cordas vocais? Vocês se preocupam com esse lado? A banda segue alguma dieta saudavel? (risos)

A Red Nightmare – Eu sempre ouço essa pergunta. (Risos). Bom, o vocal gutural é um recurso estilístico característico do metal. Eu pessoalmente gosto pela agressividade e expressividade que procuro passar, que encaixam perfeitamente com a técnica. E sim, é uma técnica de canto como lírico, popular e etc. Treino diariamente há cerca de 5 anos para chegar no nível que estou hoje. E ainda tenho muita coisa para aprender. Não é nada fácil, mas não machuca, se for feito da maneira correta, como qualquer outra técnica de canto. Senão não tinha gente que canta desse jeito a mais de 20 anos sem nenhum problema de saúde. (Risos) E não seguimos nenhuma dieta saudável específica, exceto eu e o Igor que somos os gordinhos da banda, porque gostamos de comer mesmo. (Risos)

Red Nightmare - foto: Lucas Pinho

A Red Nightmare - foto: Lucas Pinho

Durango95′ – A capa do EP de vocês retrata uma cidade destruída e um homem de paletó com cabeça de porco, lembrando uma figura mitológica. Que tipo de simbologia esconde (ou revela) essa capa?

A Red Nightmare – É um simbolismo bem direto, na realidade. É a figura emblemática de algum político ou empresário ganancioso “espírito de porco”, que só faz o que lhe convém ou traz vantagens, independente das consequências para o mundo e para os outros. É um dos grandes problemas do mundo: guerras, corrupção, exploração, escravidão, propaganda induzindo o consumismo exagerado. Tudo isso é causado pela ganância e interesses de alguns poucos que detém o poder de influenciar ou comandar as massas. Nosso objetivo é expor isso para as pessoas, para que elas percebam o quão escravizadas e ignorantes são, sem nem mesmo perceber.

Durango95′ – Como é ser uma banda de metal na terra do carimbó?

Difícil. Ainda sofremos preconceito e problemas para conseguir espaços e incentivos adequados para nosso tipo de música. Mas estamos trabalhando e nos esforçando constantemente. A cena vem crescendo, com bandas novas e público crescendo. O metal sempre teve um cena forte e representativa, mas pouco organizada. agora isso está mudando. Em breve vamos fazer ainda mais barulho do que já fazemos.

Quando um artista de carimbó vai tocar no exterior, é visto como novidade e algo exótico para eles. Quando uma banda de algum estilo pesado sai para tocar na Europa, são vistas como irmãos e companheiros de outro lugar do mundo, como é o caso do Disgrace & Terror e do Derci Gonçalves (leia a entrevista excluisiva no link), ambas bandas excelentes daqui do Pará que estão em turnê no velho mundo e sendo bem recebidas por lá.

Leia a matéria sobre A Red Nightmare clicando aqui

Texto com contribuição do blog  Monique Malcher

leia mais

images

Rock para os namorados

Mês de junho… Sabe como é, né? Dia 12 é o Dia dos Namorados, e você aí, sem ideia do que fazer pra sua pequena… Ela já deve estar enjoada das mesmas coisas de sempre e tudo mais… Então, que tal você fazer um CD com umas músicas bonitinhas pra ela? Mas tem que ser […]

The-Ramones1

Cinco músicas originais e suas versões

Músicas boas sempre marcam as vidas das pessoas. Porém, muitas delas ficaram conhecidas mais pelos regravações do que por suas versões originais. Sendo assim, decidi separar algumas dessas sereníssimas canções para que possamos, juntos compará-las com seus respectivos covers. Vamos lá?   1- I fought the law     Em sua versão de 1966, vemos Bobby […]

2c8baa627f6911e2934722000a9f3cae_6

O que ouvir em uma viagem? A trilha sonora perfeita para “o pé na estrada”

Qualquer viagem começa com o planejamento – Onde ir? Depois da resposta a esta primeira pergunta, começamos a pesquisar locais para conhecer, os mais famosos, os mais recomendados, os mais conhecidos, os mais difíceis, os pontos turísticos e como chegar em cada lugar. Roteiros. Viajar é principalmente praticar o desapego. É desligar-se totalmente das preocupações que […]

Comments

  1. Denys Ferreira (A Red Nightmare) says:

    Firme! *_*

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: