Otto e a última noite de seletivas Se Rasgum – Edição Belém

 

De chorar, de gemer, de sonhar.

Otto Maximiliano, ou simplesmente Otto.

Otto - Show de encerramento das seletivas Se Rasgum.

Pernambucano, cantor, compositor, percursionista, ou simplesmente artista.

Na mistura de mangue beat, rock, MPB e eletrônica, o loiro dos olhos claros faz um som que toca almas (se elas realmente existem) e impulsiona casais e amigos a encontrarem um ponto de fuga em cada melodia e em cada palavra.

À vontade, expressão que define o comportamento do artista no palco da Seletiva do Serasgum. Falando sobre sereias e orixás o show de Otto é uma experiência que desperta sensações, que o público nem mesmo sabia que tinha. Banhando-se com água mineral, conversando despreocupado e pedindo selinhos.

Otto - Show de encerramento das seletivas Se Rasgum.

Além de expor músicas diferentes e fervilhantes, Otto soube conduzir cada minuto de apresentação. O tempo passou rápido e quando acabou já estavam todos prontos para mais uma dose de percussão, suados e com a certeza de que valeu esperar pelo retorno do artista, que pareceu também ter apreço pelos paraenses.

Um show que simplesmente não acaba quando termina.


“Não precisa falar, nem saber de mim e até pra morrer você tem que existir”, vozes unidas n’um coro gostoso de ouvir, o calor era mais que uma sensação térmica, era uma entidade, transvestida de poesia, que derramava do microfone central, onde cantava Otto, para a platéia hipnotizada do Serasgum.

E com versos:  “E ter que acreditar num caso sério e na melancolia que dizia. Mas naquela noite que eu chamei você fodia de noite e de dia. Mas naquela noite que eu chamei você fodia, fodia.” teve o fim as seletivas 2011 e começaram o aquecimento para o festival.

O Durango95′ / Marcelo Papel destacou algumas bandas da última noite de seletivas Se Rasgum:

Madalena Roots

Ótimo show da banda de reggae  Madalena Roots.  Grupo experiente da noite paraense, tocou um reggae com boas influências da ilha jamaicana.

Grupo de carimbó Cobra Coral

Projeto tradicional de carimbó de Icoaraci.  Um enorme prazer conhecer o som do grupo.

Ruwa

O  Punk-Rock/HardCore da banda Ruwa sacudiu o final das seletivas. Um dos melhores show para o Durango95′

A organização do festival, após as seletivas selecionou os grupos:

Maquine, Projeto Charmoso, Juca Culatra & Cristal Reggae e Vinil Laranja.

Agora, esperar a confirmação da programação completa do próximo festival Se Rasgum.

leia mais

images

Rock para os namorados

Mês de junho… Sabe como é, né? Dia 12 é o Dia dos Namorados, e você aí, sem ideia do que fazer pra sua pequena… Ela já deve estar enjoada das mesmas coisas de sempre e tudo mais… Então, que tal você fazer um CD com umas músicas bonitinhas pra ela? Mas tem que ser […]

The-Ramones1

Cinco músicas originais e suas versões

Músicas boas sempre marcam as vidas das pessoas. Porém, muitas delas ficaram conhecidas mais pelos regravações do que por suas versões originais. Sendo assim, decidi separar algumas dessas sereníssimas canções para que possamos, juntos compará-las com seus respectivos covers. Vamos lá?   1- I fought the law     Em sua versão de 1966, vemos Bobby […]

2c8baa627f6911e2934722000a9f3cae_6

O que ouvir em uma viagem? A trilha sonora perfeita para “o pé na estrada”

Qualquer viagem começa com o planejamento – Onde ir? Depois da resposta a esta primeira pergunta, começamos a pesquisar locais para conhecer, os mais famosos, os mais recomendados, os mais conhecidos, os mais difíceis, os pontos turísticos e como chegar em cada lugar. Roteiros. Viajar é principalmente praticar o desapego. É desligar-se totalmente das preocupações que […]

Comments

  1. Anônimo says:

    não teve uma palavra sobre as bandas da seletivas…

  2. Anônimo says:

    Interessante. Primeiro não tinha nenhuma referência às bandas. Só depois enxertaram fotos e os comentários.

    • Eu coloquei as fotos por achar pertinente. Gostei do comentário do “Anônimo”. Fiquei com vontade de ilustrar ainda mais as seletivas. As fotos estavam salvas no celular, nem editei com meu nome, mas deixo já o recado. São opiniões minhas e refletem do Durango95′.
      O texto da Monique é sem compromisso de parecer jornalistico, mas voltado para a sensação do show e algumas informações. Uma características do blog.O Durango95′ seguem um perfil editorial: Se for para falar mal, não gastamos nosso tempo. A ideia é contribuir com a cena com ideias construtivas.
      Agora, as seletivas. Alguns questionam a escolha de algumas bandas. A decisão é da curadoria do festival. Confesso, não vi o show de nenhuma selecionada. Fui na segunda noite e nenhuma da apresentações era do grupo selecionado. Esperava até o The baudelaires “passarem”, mas não conseguiram.
      Gostei muito do punk/hardcore do Ruwa e o projeto do carimbó cobra coral, destaquei nas fotos.
      Sobre as selecionadas, sou amigo do Amadeu e fiquei feliz pelo “Charmoso”. Um projeto muito bom de música eletrônica, dubstep e dancehall. Livre de qualquer ideia de panela, ele tem competência para está lá.Vale a conferida.
      Um festival do tamanho do Se Rasgum sempre irá gerar dúvida pela escolha, critérios e acusações.Alguns gostariam de mais rock, mas hoje, o perfil da organização é a diversidade. O rock é uma dessas facetas deste universo.

      Grande abraço.

      • Monique Malcher says:

        Tenho prazer de escrever pra Durango, e mesmo sendo minha área a jornalistica, eu não escrevo como jornalista e sim como fã de música. eu quis ressaltar o Otto porque me senti tremendamente emocionada pelo show dele e queria partilhar esse momento 🙂

  3. Anônimo 2 says:

    O show do Otto foi de mais, e vai ter mais uma dose do Otto em Castanhal no dia 24/09 . Em relação às seletivas eu não acompanhei a risca, porém gostei muito do grupo “Som de pau oco” que foi o único que acompanhei com maior apreço, a galera se rasgou no carimbósão. A banda que tocou antes deles, a de punk rock (eu nem lembro o nome), eu não curti muito, penso que o pessoal deve evoluir mais e ampliar a qualidade das composições.

    O show do Otto foi excepcional, o cara é uma figuraça e as gatas ficaram super excitadas…Foi fiiirrrmeeee….Ele deu até um selinho numa instigada lá, ela pediu e ele deu, foi fiiiirrrme, pq abriu a porteira para os kises depois hahahahah, brincadeira, mas em fim, foi fiiirrmeee….

    Até a próxima… (Ainda vai ter arrastão do pavulagem no círio e tb vai ser fiirrrmeee….)

    Abraços para a Jade Cristine que eu conheci lá, linda linda linda, gente boa … Pq tu n me deu teu tel Jade égua ia ser fiiiiiirrrmeeeee !!!

    Jade, Linda, Linda, Linda !!!!Merecia escutar ao pé do ouvido carinhosamente aquele refrão do Otto de “Pra ser só minha mulher”:

    “Abra os braços pra me guardar
    Que eu todo vou me entregar
    Começo, meio e fim
    E a minha cuca ruim
    Aperte a minha mão
    Esse caminho é a solução
    Pra te levar se quiser
    Pra ser só minha mulher”

    Só que eu fiquei travado, hahahaha, e perdi, mané!!! Mas eu já superei isso e da próxima vai…

    Tá vendo só, pra mulherada ai ficar sabendo, quando isso acontece, é sinal que o cara te da uma importância um pouco maior e não te vê só como água no deserto…A coisa tende a ser mais especial, então quando o cara ficar meio travado, vê se dá uma força lá que pode reder abeça!!!!

    Até…

    • Marcelo Lopes ( Papel ) says:

      hehehe, um dos melhores comentários, hehehe. É isso aí! Alma pequena, ninguém voa. Mas vem o festival parceiro, não “marque” e pegue o fone da pequena, quem sabe, pode acontecer algo mais, além de um selinho.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: