Maybeshewill desafia o sistema com o lançamento de seu novo disco

Desafiando músicos que gastam fortunas com produção, pós-produção e agenciamento , a banda inglesa Maybeshewill lançará o seu novo disco oficialmente no final deste mês (30/05). Continuando sua postura de “faça você mesmo” (mesmo), os integrantes produziram, gravaram e masterizaram todo o disco I was Here for a moment, then I was gone.

O release  sairá pela gravadora Robots Needs Home   (de propriedade da banda) e  já foi liberado para audição via striming. Sua marca registrada é o uso de sintetizadores ácidos e sequenciamentos eletrônicos como pano de fundo de um excelente instrumental clássico (baixo, guitarra e bateria) onde o  resultado soa como o enérgico math-rock e o trovão refinado post-metal.

O terceiro álbum da banda,  que dessa vez optou por não usar samplers de vocais discursando. Recurso muito trabalhado no anterior Sing The Word  Hope in Four-Part Harmony (2009). O novo álbum não possui vocais dos integrantes, nem vocais sampleados (apenas na faixa “Words for Arabella” ouvimos rapidamente um choro de bebê).  Dando assim destaque muito maior a progressão instrumental, a união entre os riffs de guitarra e as melodias sintetizadas. É instigante, harmônico e esse casamento confere a banda uma sonoridade logo reconhecível.  Há coerência no decorrer das faixas, as melodias oscilam entre vibrantes tons vivos e alegres e descem para linhas nostálgicas nas melodias extendidas das guitarras.

Os caras tem como meta “fazer música sem gastar dinheiro”, por isso assumiram funções normalmente terceirizadas por outros artistas. Eles cuidam de sua assessoria de impressa, agendam os shows por conta própria, produziram todos os seus discos em estúdios menores e possuem a própria gravadora desde o primeiro álbum, lançado em 2006. Sem o comprometimento político declarado,  eles abusam de  referências a conscientização coletiva e de um futuro melhor, seja no nome das canções ou nos discursos racionalistas inseridos através dos samplers em seus trabalhos anteriores. Vale dar uma checada.

Os videoclipes já lançados desse álbum:

leia mais

images

Rock para os namorados

Mês de junho… Sabe como é, né? Dia 12 é o Dia dos Namorados, e você aí, sem ideia do que fazer pra sua pequena… Ela já deve estar enjoada das mesmas coisas de sempre e tudo mais… Então, que tal você fazer um CD com umas músicas bonitinhas pra ela? Mas tem que ser […]

The-Ramones1

Cinco músicas originais e suas versões

Músicas boas sempre marcam as vidas das pessoas. Porém, muitas delas ficaram conhecidas mais pelos regravações do que por suas versões originais. Sendo assim, decidi separar algumas dessas sereníssimas canções para que possamos, juntos compará-las com seus respectivos covers. Vamos lá?   1- I fought the law     Em sua versão de 1966, vemos Bobby […]

2c8baa627f6911e2934722000a9f3cae_6

O que ouvir em uma viagem? A trilha sonora perfeita para “o pé na estrada”

Qualquer viagem começa com o planejamento – Onde ir? Depois da resposta a esta primeira pergunta, começamos a pesquisar locais para conhecer, os mais famosos, os mais recomendados, os mais conhecidos, os mais difíceis, os pontos turísticos e como chegar em cada lugar. Roteiros. Viajar é principalmente praticar o desapego. É desligar-se totalmente das preocupações que […]

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: