Álibi de Orfeu apresenta sua nova formação

A banda Álibi de Orfeu entra em 2011 com o pé direito. Depois de vários anos na estrada solidificando seu trabalho no cenário de rock autoral, está hoje com uma cara nova e uma voz nova: a cantora lírica Gabriella Florenzano. Sua nova estrutura, que conta agora com dois guitarristas, Elaine Valente e Rafael Mergulhão, que também vêm de uma formação musical acadêmica, promete quebrar barreiras sonoras e imprimir ainda mais criatividade e virtuosidade ao já célebre feeling da banda, que tem Sidney KC como contrabaixista e Rui Paiva na bateria.

 Com uma longa estrada já percorrida, a banda conta com um currículo forte e foi uma das expoentes do movimentado cenário do rock paraense do final dos anos 1980 e início dos anos 1990. Gravou um disco homônimo em vinil que teve duas tiragens esgotadas. Foi a primeira banda da época a ter uma música entre as primeiras colocadas da extinta Belém FM e fez grande sucesso, inclusive, no interior do Estado. Participou do show antológico nos 10 anos do Circo Voador no Rio de Janeiro ao lado de Cássia Eller, além de participar de festivais nacionais onde estavam bandas como Ira, Cidade Negra, Capital Inicial e Barão Vermelho.

Depois de uma parada providencial na segunda metade dos anos 90, em 2003 gravaram o CD demo “Quem Disse Que A Vida Era Fácil?” pelo selo Ná Records, que teve várias tiragens esgotadas. A música que dá nome ao CD ficou em primeiro lugar em programas de rádio em Belém e pela internet. Nessa época a banda participou de grandes eventos musicais como a Bienal da UNE em São Paulo e a Feira de Música Independente de Fortaleza. Além disso, na internet, a banda ficou em segundo lugar no Top 10 do site carioca Canções e em segundo no Voto Popular, demonstrando a boa receptividade de seu trabalho.

O músico e produtor musical Edgard Scandurra apostou na banda e veio produzir seu último trabalho. No novo CD, Scandurra toca, canta e produz juntamente com o Álibi de Orfeu o CD “Só Veneno”. Segundo ele, em entrevista para o jornal O Liberal, caderno Cartaz: “O Álibi de Orfeu está mais rock que o primeiro trabalho lançado em 1992. Os músicos são muito bons e possuem composições que podem perfeitamente fazer parte da programação das rádios. Vai dar o que falar”.  Além disso, Roberto Frejat, do Barão Vermelho, fez um solo arrasador na música que dá nome ao novo trabalho – “Só Veneno”.

 O público do Álibi de Orfeu prova que, para boa música, não existem limites. A diversidade de perfil dos fãs só enriquece e abre portas para apresentações da banda. Nos shows é comum observarmos fãs de várias gerações, de adolescentes de 14 anos até senhores grisalhos, e não “habitués” de shows de rock que reconhecem no Álibi de Orfeu uma música de qualidade.

A banda Álibi de Orfeu já participou de grandes Festivais como o Cidade Folia (ao lado de Pitty e Detonautas), Fest Rock II e III, Festival Cultura de Verão e Memorial do Rock I. Já se preparando para trabalhar as músicas do novo CD, o Álibi de Orfeu mostra que veio para ficar e está pronto para embarcar numa nova jornada. O Álibi tem três apresentações confirmadas em Belém para este semestre: dia 27 de maio estará no Cultura In Concert, na TV e Rádio Cultura e fará pocket show na Livraria Saraiva do Boulevard Shopping, e dia 03 de junho é a vez do Teatro Gasômetro receber o show-tributo aos Secos & Molhados e Mutantes. Fortaleza, São Paulo e Florianópolis também receberão o rock n’ roll paraense nos próximos meses.

Fonte: Assessoria de imprensa da banda.

Álibi de Orfeu na internet:

Site | Trama Virtual | CD “Só Veneno”

leia mais

images

Rock para os namorados

Mês de junho… Sabe como é, né? Dia 12 é o Dia dos Namorados, e você aí, sem ideia do que fazer pra sua pequena… Ela já deve estar enjoada das mesmas coisas de sempre e tudo mais… Então, que tal você fazer um CD com umas músicas bonitinhas pra ela? Mas tem que ser […]

The-Ramones1

Cinco músicas originais e suas versões

Músicas boas sempre marcam as vidas das pessoas. Porém, muitas delas ficaram conhecidas mais pelos regravações do que por suas versões originais. Sendo assim, decidi separar algumas dessas sereníssimas canções para que possamos, juntos compará-las com seus respectivos covers. Vamos lá?   1- I fought the law     Em sua versão de 1966, vemos Bobby […]

2c8baa627f6911e2934722000a9f3cae_6

O que ouvir em uma viagem? A trilha sonora perfeita para “o pé na estrada”

Qualquer viagem começa com o planejamento – Onde ir? Depois da resposta a esta primeira pergunta, começamos a pesquisar locais para conhecer, os mais famosos, os mais recomendados, os mais conhecidos, os mais difíceis, os pontos turísticos e como chegar em cada lugar. Roteiros. Viajar é principalmente praticar o desapego. É desligar-se totalmente das preocupações que […]

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: