Texas Hippie Coalition – “A banda de foras-da-lei”

Texas Hippie Coalition

Por Filipe Larêdo

Texas Hippie Coalition é uma banda vinda de Chickasha, Texas (EUA) e lançou seu primeiro disco, Pride of Texas, em 2008. A “banda de foras-da-lei” toca um hard rock com sensíveis influências de metal e southern rock e é formada por Big “Dad” Ritch (vocal), John Exall (baixo), Randy Cooper (guitarra), Crawfish (guitarra) e Ryan “The Kid” Bennett (bateria).

Vinda de uma cidade pequena e com pouquíssimos músicos, principalmente de rock, o THC , à primeira vista, parece um bando de motoqueiros que intimida as pessoas nas ruas e bares. No entanto, é difícil de ignorar que eles são muito mais do que aparentam. Talentosos ao extremo, canalizam sua agressividade em melodias fortes o suficiente para fundir qualquer motor de Opala 79.

“Nós somos tão sulistas como os sulistas podem ser “, disse Ritch “Big Dad”, o gigante frontman e força motriz por trás do Texas Hippie Coalition. “Lynyrd Skynyrd, Molly Hatchet, ZZ Top, Waylon Jennings e Willie Nelson – somos tão bandidos quanto podemos conseguir, ao mesmo tempo  tendo o poder do Texas groove do Pantera. Nós somos metal com southern rock e espírito roll. Nós somos uma banda de foras-da-lei “.
Que o epicentro da banda é o metal, não se pode negar, mas que o espírito do velho “homem  de preto” Johnny Cash ronda suas mentes é algo inegável. Nos dizeres de “Big Dad”: “Meu pai me criou com coisas legais como Jimi Hendrix, Steve Miller e Alice Cooper, e ele me levou para ver Johnny Cash quando eu era jovem”, disse Ritch. “A maneira como ele (Johnny Cash) falou com as pessoas através  das músicas e a forma como ele se comunicava com a plateia, não havia diferença. Ele fez as pessoas se sentirem como se fosse parte deles e eles, parte dele – desde então, é o que eu sempre quis ser “.

O primeiro álbum  – produzido pela própria banda –   adquiriu o respeito do público e eles conseguiram partir para a primeira turnê nos Estados Unidos em 2009. Seu estilo duro de tocar ficou conhecido como o “metal da terra vermelha” e reuniu fãs em todos os lugares que passavam. Não demorou muito para que um selo se interessasse e assinasse com a banda em ascensão. Foi então que, no final de 2009, conseguiram fechar seu primeiro contrato com a jovem Carved Records.

Depois disso, pegaram o primeiro avião para um estúdio em Oklahoma (EUA) e foram gravar o segundo álbum com o colecionador de discos de ouro David Prater (Dream Theater, Firehouse). Rollin foi lançado em 06 de julho de 2010 e já conseguiu seu primeiro hino: “Pissed Off and Mad About It”. A excelente música começa com uma poderosa riffada e se desenvolve em um refrão digno do status adquirido.

Outra faixa de destaque do disco é “Intervention”. Escolhida unanimemente pela banda como a preferida das recentes gravações, segundo Ryan, a música “tem a sensação do velho Sabbath”.  E realmente tem. O baixo confiante, no melhor estilo “Geezer Butler”, se une a uma guitarrada “Dimebag Darrel” e a combustão está acionada.

Sem dúvida é uma banda que deve ser escutada com bastante atenção. Os dois discos são de indiscutível qualidade sonora e podem ser comprados na página da Amazon.

leia mais

images

Rock para os namorados

Mês de junho… Sabe como é, né? Dia 12 é o Dia dos Namorados, e você aí, sem ideia do que fazer pra sua pequena… Ela já deve estar enjoada das mesmas coisas de sempre e tudo mais… Então, que tal você fazer um CD com umas músicas bonitinhas pra ela? Mas tem que ser […]

The-Ramones1

Cinco músicas originais e suas versões

Músicas boas sempre marcam as vidas das pessoas. Porém, muitas delas ficaram conhecidas mais pelos regravações do que por suas versões originais. Sendo assim, decidi separar algumas dessas sereníssimas canções para que possamos, juntos compará-las com seus respectivos covers. Vamos lá?   1- I fought the law     Em sua versão de 1966, vemos Bobby […]

2c8baa627f6911e2934722000a9f3cae_6

O que ouvir em uma viagem? A trilha sonora perfeita para “o pé na estrada”

Qualquer viagem começa com o planejamento – Onde ir? Depois da resposta a esta primeira pergunta, começamos a pesquisar locais para conhecer, os mais famosos, os mais recomendados, os mais conhecidos, os mais difíceis, os pontos turísticos e como chegar em cada lugar. Roteiros. Viajar é principalmente praticar o desapego. É desligar-se totalmente das preocupações que […]

Comments

  1. mermaaaaaaao” é muito doidaaaaaaa essa banda

  2. Matheus Perez says:

    não conhecia a banda, mas, pelo vídeos que assisti, eles merecem os elogios feitos no artigo.

  3. filipelaredo says:

    Mas muuuuuuito, Lucão!!! E vão tocar de graça na Virada Cultural.

  4. Marcelo Lopes ( Papel ) says:

    porra! De graça? Tire umas fotos aí! E comente show seu Laredócio…Isso aí! parece motorhead,gostei.

  5. Camila Numazawa says:

    De graça e imagina o público que n vai ter…
    Vão entrar logo depois do Misfits!!!

  6. jose adriano ricardo says:

    ricablues mermão certamente os cds dessa banda vai ganhar um lugar na cabeceira da minha cama, banda doidona mesmo.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: